Single Vessel x Double Vessel EZbrew: duas panelas são melhores que uma na fabricação de cerveja?

Não tem outro jeito! Se você quer fazer cervejas caseiras, colocar a criatividade para criar sua própria bebida e servir para os amigos aquela gelada com personalidade, tem que pesquisar. Afinal, quais são os melhores equipamentos para a fabricação da sua cerveja artesanal?

Nesta hora, você vai se deparar com muitos tipos de produtos e as dúvidas sobre quais são as melhores opções são naturais. Uma delas é certamente em relação às panelas e por isso vamos conhecer melhor as diferenças entre Single Vessel e Double Vessel EZbrew.

Em primeiro lugar, muita gente acha que quando falamos sobre Single Vessel e Double Vessel EZbrew, existe uma diferença de método de fabricação. Isso não é verdade! Neste caso, a diferença é o número de panelas, a agilidade e a própria segurança no processo de fabricação da sua cerveja artesanal.

Vamos entender melhor, ponto a ponto?

Tanques

Aqui está a grande diferença! Na Single Vessel há um 1 tanque/panela dentro do outro. Ou seja, há quantidade fixa de água a ser utilizada e uma quantidade limitada de grãos que são suportados. Por isso há pouca flexibilidade na brasagem e somente um processo pode ser realizado de cada vez. Para variar a quantidade de malte normalmente é preciso comprar mais de um tanque/panela.

Já em uma Double Vessel EZbrew são dois tanques separados. Assim, você pode fazer dois processos ao mesmo tempo: aquecimento no tanque de fervura e mash no tanque de mostura, por exemplo. É um ganho de tempo e eficiência.

Fluxo

Em uma Double Vessel EZbrew o fluxo é natural, de cima pra baixo, de forma lenta pela ação da gravidade. Assim, você consegue uma maior dissolução dos açucares no mosto, que fica mais límpido.

Outra vantagem é em relação à bomba. Quando você usa uma Single Vessel, o fluxo é forçado e precisa de uma bomba maior, mais barulhenta e que consome mais energia. Além disso, o mosto fica mais turvo e há necessidade de vedações que terão que ser substituídas após um tempo.

Densidade do mosto

Se você usa uma Single Vessel, deve ter percebido a dificuldade para conseguir um mosto com gravidade alta. Isso se deve à limitação da quantidade de água e de grãos.

No caso da Double Vessel EZbrew, temos uma capacidade máxima de processamento de malte de 20 kg e a uma quantidade mínima de processamento de mosto de 40 litros. Assim, é possível conseguir mosto com mais de 1100 de gravidade inicial. Excelente!

Quantidade de água no processo

Fazer cerveja artesanal com uma quantidade de água maior é muito mais eficiente. Em uma EZbrew K60, essa capacidade é de 40 a 85 litros. Em uma EZbrew K135, essa capacidade chega a incríveis 150 litros!

Já em uma Single Vessel, essa capacidade é fixa ou com pouca manobra no processo. Você deve sempre se lembrar que se faltar líquido entre os dois tanques, o equipamento não funciona.

Fechamento do tanque do Mash

Quem já fez cerveja caseira com um equipamento Single Vessel já deve ter se irritado com o pinga-pinga. Como ela é aberta, sempre vaza líquido ao retirar o tanque. É sujeira no piso na certa.

Em um equipamento fechado como o Double Vessel EZbrew, isso não acontece, já que ao fechar a válvula não há essa sujeira.

Quantidade de peças

Uma Single Vessel de fluxo invertido pode ter mais de 15 peças, entre elas o fundo falso pode ter ate 6 peças. O equipamento é mais difícil de lavar e a possibilidade de perda de peças é muito maior. Além disso, o tanque/panela de malte fica submerso no tanque principal e é muito pesado pra levantar, por isso precisa de uma talha ou guincho pra içar.

 

Fundo falso

Por outro lado, uma Double Vessel EZbrew tem apenas 2 tanques, um fundo falso, um espaçador do fundo falso e uma tampa, tornando o equipamento muito mais simples. Como os dois tanques estão ligados, o líquido escorre diretamente de um para o outro, dispensando a necessidade de içamento.

Lavagem dos grãos

Lavar os grãos em uma Double Vessel EZbrew pode aumentar em mais de 25% a eficiência do processo. Isso porque ela tem o tanque de mostura sobre o tanque de fervura. Assim, pode-se lavar os grãos enquanto o tanque de fervura aquece o mosto, agilizando todo processo.

Em uma Single Vessel de fluxo invertido, quando se lava os grãos, o mosto acaba sujando, já que a lavagem é de fluxo contrário ao da brassagem.

Sensores de segurança

Uma Single Vessel não tem sensores de nível máximo e mínimo, o que pode causar riscos à resistência elétrica e de caramelização do mosto.

Uma Double Vessel EZbrew, mesmo um modelo menor como a EZbrew K45, tem 2 sensores de níveis, um de nível mínimo no tanque de fervura que desliga a resistência elétrica quando o nível fica muito baixo, e um de nível máximo no tanque de mostura para evitar o transbordamento.

Conclusão: o Double Vessel é mais moderno e seguro

Como você pôde ver, as vantagens de se usar dois tanques/panelas em vez de apenas um são muitas e elas vão além de evitar sujeira e ter uma segurança muito maior em todo o processo.

Vaja bem: uma Single Vessel não passa de 65% de eficiência do Mash, enquanto uma Double Vessel EZbrew tem eficiência acima de 90% com lavagem de malte com o método do fly sparge.

Conheça muito mais sobre os equipamentos e como fazer uma perfeita cerveja artesanal no site da EZBrew. E se tiver dúvidas, é só falar com a gente!

Até a próxima, cervejeiro!

Panela cervejeira

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *