Cervejas de inverno: conheça os principais tipos

Olá, amigo cervejeiro, tudo certo?

O friozinho já chegou e isso não quer dizer que você deve desacelerar a sua produção de cerveja artesanal. Ao contrário, é hora de aproveitar as temperaturas mais baixas e conhecer outros sabores e aromas. Basta a ter a receita certa de cerveja de inverno.

Há algumas semanas postamos aqui no Blog da EZbrew o artigo que mostra que cerveja e inverno têm tudo a ver. Nele, mostramos que as bebidas com maior teor alcoólico, proporcionam maior sensação de aquecimento e que a coloração também é importante (busque maltes mais torrados, com tons próximos ao vermelho e ao cobre, ou até mesmo cervejas mais escuras).

Também falamos sobre alguns tipos de cerveja que caem bem no frio. Hoje vamos mostrar detalhes dessas cervejas. Selecionamos seis cervejas das Escolas Americana, Inglesa e Alemã. Confira as características e escolha a sua!

Leia também: Entre bois e vacas: conheça o primeiro protótipo EZbrew

Receitas Americanas de cerveja de inverno:

  • Pumpkin Ale – Essa é considerada por muitos apreciadores como a cerveja de abóbora perfeita. Outras curiosidades: há registros dessa receita nos Estados Unidos desde o século XVIII e ela é bastante consumida na época do Halloween, tudo a ver com a abóbora, que, neste caso, divide com o malte o papel de fornecedora de açúcares para a fermentação.
  • American Barley Wine – Se você curte uma bebida com maior amargor, vai se deliciar com essa cerveja de inverno. Seu teor alcoólico é um pouco mais intenso e em relação ao sabor ela possui notas de caramelo e, como o próprio nome diz, de vinho. Uma delícia!

Receitas Inglesas de cerveja de inverno:

  • Stout – Essa é uma Ale, ou seja, tem alta fermentação. O malte torrado, que também pode ser substituído por cevada tostada, garante o sabor marcante (com notas de café e cacau) de uma das cervejas inglesas mais emblemáticas, além da cor escura característica.
  • Scotch Ale – Também é conhecida como Wee Heavy. Tem um sabor com menor grau de amargor, voltado para notas de caramelo. Curiosidade: a receita de Scotch Ale remonta de uma época em que o lúpulo era pouco acessível em terras inglesas, por isso ela ganhou mais tempo de fervura. Assim o mosto se carameliza, resultando em uma cerveja encorpada e marcante.

Receitas Alemãs de cerveja de inverno:

  • Bock – As bocks são uma variação das largers, em que o malte tem um sabor predominante, com notas de caramelo tostado, cacau e até alguma picância. As grandes diferenciações em relação às suas primas do estilo larger são a robustez e uma maior gradação alcoólica. Durante muitos invernos as bocks foram produzidas em larga escala no Brasil, justamente por essas características.
  • Weizenbock – Que tal uma cerveja de trigo, com um leve amargor, paladar frutado, coloração que pode ser um pouco mais clara ou mais escura e uma espuma lindamente cremosa? Claro, como uma boa cerveja de inverno, o teor alcoólico também é um pouco mais alto, proporcionando um calor reconfortante para o cervejeiro.

Leia também! Conheça os variados Tipos de malte na produção de cerveja

Ainda tem dúvidas?

Tem mais dúvidas? Quer conhecer melhor os equipamentos EZbrew que vão te ajudar a fazer a melhor cerveja neste inverno? Fale Conosco e encontre as melhores soluções!

Um brinde de inverno a você e à sua produção!!!

 

 

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *