Como os copos de cerveja influenciam na degustação

Saudações, amigo cervejeiro!

Qual é o copo perfeito para beber cerveja? Bom, essa não é uma pergunta de fácil reposta, uma vez que cada tipo de cerveja tem suas próprias características. Para cada estilo de cerveja há um formato de copo mais adequado.

Se no passado distante os copos eram feitos de couro, ferro e até chifres de animais, hoje as técnicas de fabricação permitem copos de vidro nas mais variadas formas e oferecem opções diversificadas para quem vai saborear uma boa bebida.

Acredite: o copo tem uma grande influência na experiência com a sua cerveja. O formato permite vermos o líquido, valoriza sabores e aromas, ajuda na criação e na retenção da espuma e até no brinde.

Nós do Blog da EZbrew buscamos promover a experiência cervejeira perfeita para você, sempre com moderação. Se você curte aprimorar a maneira como bebe a sua cerveja, confira as nossas dicas.

Veja também: Passo a passo para fazer uma degustação de cerveja como um profissional

Dicas de temperatura e limpeza

É comum vermos em um bar o garçom servir a cerveja em um copo gelado e essa ideia, por mais simpática que pareça, não é a melhor. Acontece que a cerveja em contato com a temperatura do copo gera condensação, ou seja, gotículas de água serão formadas e podem alterar o sabor da cerveja.

O ideal é que o copo esteja em temperatura ambiente.  Assim, se você acaba de tirá-lo da lavadora de louças, aguarde um pouco antes de colocar a sua cerveja nele.

Quando ele for lavado à mão, enxágue muito bem o copo, retirando todos os resquícios de sabão e deixe que ele seque naturalmente, sem o auxílio de tecidos.

Veja também: Drinques de cerveja: receitas que você precisa conhecer

Copo perfeito para cerveja

Em geral, as cervejas mais leves, com sabores e aromas menos potentes, devem ser servidas em copos mais estritos. Já as cervejas mais fortes requerem copos mais bojudos.

Por exemplo, as taças Pilsner e Larger são mais finas e longas, enquanto o copo de Weissbier é igualmente longo, mas tem a boca mais larga. As características são perfeitas para cervejas mais leves, proporcionam uma boa circulação da bebida, gerando uma espuma gostosa a cada gole.

Já a tulipa é um copo mais baixo e largo, um formato que concentra os aromas mais fortes. Um outro copo com as mesmas características é o Snifter, também conhecido como copo de conhaque. Esses tipos são melhores para as cervejas mais marcantes e cremosas, como as Ales e as Stouts.

Há ainda mais um detalhe da degustação de cerveja que deve ser observado quando escolhemos o copo. Muitas vezes as cervejas fazem parte das comemorações das nossas conquistas. Nessas horas os brindes empolgados são bem comuns e a escolha de uma caneca mais robusta pode ser realmente uma boa ideia.

Veja também: Principais diferenças entre cervejas artesanais x cervejas mainstream

Beber menos e beber melhor

Muito bom saber que até hoje podemos compartilhar a mesma sensação que homens e mulheres de um milênio atrás experimentaram. Conhecer a história da cerveja é entender um pouco mais do ser humano.

Conhecimento é também a chave para dar um salto de qualidade na forma como bebemos. Saber degustar os melhores produtos, sempre respeitando os limites, é criar uma cultura de bebida muito mais responsável.

Quer saber mais? Conheça o Canal da EZbrew no Youtube, navegue pelos equipamentos e acessórios EZbrew, escolha os seus ingredientes preferidos e prepare-se para os melhores brindes da sua vida!

Saúde a todos nós!

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *