Dicas para melhorar a clarificação da sua cerveja

Saudações, amigo cervejeiro!

Embora o sabor seja o grande trunfo da sua cerveja artesanal, fique sabendo que, neste caso, as aparências importam, sim! E, para deixar sua cerveja mais bonita, com aquela espuma vistosa e limpinha de resíduos, é essencial fazer uma boa clarificação.

Separamos para você algumas dicas para melhorar a clarificação da sua cerveja e já causar uma boa impressão à primeira vista.

 

Antes de tudo, o que é clarificação

A clarificação é uma etapa que acontece assim que mosturação termina. O que se faz, basicamente, é recircular o líquido e passá-lo por um processo de filtragem.

Mas, há outras técnicas que podem ser utilizadas ao longo de todo o processo de produção da sua cerveja artesanal e que podem ajudar a deixar sua cerveja mais límpida, com menos tanino e clarificada do jeitinho que você quer.

Veja também: Fase quente X Fase Fria da produção de cerveja

A água tem poder

Nós já falamos sobre a importância na escolha da água para sua produção de cerveja artesanal por aqui. Além de garantir a qualidade, a regulação correta do cálcio vai contribuir para que a floculação aconteça de maneira mais fácil.

Isso significa que haverá uma quantidade menor de resíduos sólidos boiando na sua cerveja. Ou seja, ajuda muito na clarificação!

Veja também: Planilha: cálculo de ajuste da água

Aditivo natural pode? Pode!

Existe um tipo de aditivo, à base de musgos marinhos, que é bastante usado na etapa final da fervura: o Whirlfloc. Na mesma linha, há o Irish Moss, com os princípios semelhantes – mas, vale sempre prestar atenção à dosagem, que é diferente para cada um dos aditivos.

Essas substâncias têm como objetivo ajudar na coagulação e sedimentação de algumas proteínas. Agindo como floculante, ele acelera a decantação e ajudam a formar o trub.

Veja também: O que você precisa para se tornar um cervejeiro em 2021

 

Resfriamento e whirlpool

Resfriar o mosto de maneira mais rápida possível: é isso que vai ajudar a formar o trub necessário no fundo da panela. O trub nada mais é do que partículas que se formam durante o processo de produção.

Por isso, é importante fazer um bom whirlpool: essa técnica, que consiste em fazer um redemoinho com o líquido (com a ajuda de uma espátula grande e higienizada, claro!) na panela, para jogar as partículas para o fundo da panela.

Tudo isso vai ajudar muito no processo de clarificação da sua cerveja, aumentando a limpidez da sua bebida.

Veja também: Universidade EZbrew: conheça os cursos de nível intermediário

 

Cuidado ao trocar de casinha

Após o resfriamento do mosto, a etapa de transferência para o recipiente onde será feita a fermentação necessita de muito cuidado. O uso de peneira ou bag neste momento, ajudará a conter resíduos que ainda estejam no mosto.

Agora, se você estiver fazendo a cerveja num equipamento completo, não vai precisar se preocupar com isso, amigo cerveiro. #ficaadica

Veja também: Universidade EZbrew: conheça os cursos de nível intermediário

 

A levedura também faz seu papel

É claro que a escolha da levedura deve levar em consideração, prioritariamente, o tipo de cerveja que você quer produzir. Mas, se puder associar isso a um produto com uma boa taxa de floculação, terá mais uma aliada no processo de clarificação.

Essa taxa de floculação está ligada à velocidade com que as leveduras se agregam e sedimentam durante o processo de fermentação. Ou seja, quanto maior a taxa, mais rápida e mais eficiente será a clarificação da sua cerveja artesanal.

Veja também: Tudo sobre leveduras cervejeiras

 

Resfriar depois de fermentar

Também chamado de cold crash, o resfriamento brusco (para perto de 0°) do seu líquido na etapa final da fermentação é uma técnica que pode ajudar na clarificação.

Isso porque os taninos, as proteínas e as leveduras que ainda estiverem presentes na bebida tendem a descer com essa queda de temperatura.

Veja também: Mash out: o que é e porque fazer

 

Gelatina está liberada?

Usar gelatina sem sabor no final do processo de maturação é uma alternativa que alguns amigos cervejeiros adotam – principalmente para corrigir questões ligadas à limpidez.

Porém, é preciso ter cuidado e atenção ao preparar a solução para acrescentar à sua bebida – afinal, você não vai querer estragar toda uma produção por conta de uma medida errada, certo?

O objetivo do uso da gelatina é contribuir com a sedimentação dos sólidos que ainda estiverem suspensos, ou seja, “grudar” nessas partículas e levá-las para o fundo do seu balde.

Amigo cervejeiro, agora não tem mais erro: além de ser a mais saborosa, a sua cerveja também será a mais bonita! Não deixe passar sempre aqui no blog para acompanhar as melhores dicas, combinado? E, para quem quer aprender sempre mais, com a chancela de quem entende muito do assunto, recomendamos aquela visitinha à página da Universidade EZbrew.

 

Um brinde à sua cerveja cristalina!

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *