5 dicas para elaborar as suas próprias receitas de cerveja

Saudações, amigo cervejeiro!

Degustar a cerveja que você mesmo produziu é uma das maiores satisfações de quem faz cerveja artesanal. Mas, a gente sabe que no começo, para não errar, é bom seguir as receitas consagradas, de preferência de grandes mestres cervejeiros, concorda?

Mas, com um tempo de prática, você já pode começar a pensar nas suas próprias receitas e colocar todo seu conhecimento em prática. Por isso, separamos 5 dicas infalíveis para você elaborar as suas próprias receitas de cerveja.

Veja também: O que você precisa para se tornar um cervejeiro em 2021

1)     Não tem milagre, tem estudo!

Antes de se atrever na arte de elaborar receitas de cerveja, você precisa ter um bom conhecimento dos ingredientes e todas as etapas de produção.

Só com estudo e prática você vai entender como cada etapa vai transformando a bebida e, principalmente, entender de que maneira pode criar seu próprio sabor. Depois de um tempo de prática, você vai perceber de que maneira deixar a sua cerveja com o gosto, a intensidade e o corpo que você deseja.

Veja também: Dicas de maturação da sua cerveja

2)     Partindo de uma base, rumo às ideias!

Criar a sua própria receita não significa começar tudo do zero. Ter uma receita básica como norte é essencial para saber em qual estilo você quer encaixar a sua receita original.

A partir daí, pense no que você quer transformar essa receita básica. Pode ser um toque de frutas, acrescentar especiarias, testar sabores como chocolate ou café… Agora é hora de dar asas à criatividade e montar a sua cerveja original!

Veja também: Fermentador de inox EZBrew: um equipamento versátil

 

3)     Listinha de compras

Depois de estudar e definir aonde você quer chegar com sua cerveja original, é hora de montar a lista de ingredientes. Tenha cuidado para não cair na tentação de colocar coisa demais ou de se desviar do seu objetivo – pode não parecer, mas, o impulso de colocar mais coisas do que pensou originalmente sempre aparece nessa hora!

A dica de ouro aqui é: simplificar para acompanhar. Escolher uma receita base SMaSH (Single Malt and Single Hope), por exemplo, vai ter ajudar na hora de avaliar o desempenho dos ingredientes da sua receita própria.

Não deixe de anotar tudo para poder comparar com o resultado final (e com as próximas produções originais que você fizer).

 

Veja também: Tudo sobre leveduras cervejeiras

4)     Nada de megalomania

Se você já tem experiência em produzir cerveja artesanal, mas, vai tentar sua receita original pela primeira vez, é bom não ir com muita sede ao pote, digo, barril.

Como você está testando algo novo, melhor evitar grandes quantidades. Manter-se na segurança da média de 20 litros é uma boa, assim, você tem maior controle sobre as variáveis da produção e não corre o risco de perder tanto ingrediente caso alguma coisa não saia como esperado (toc toc toc, bate na madeira!).

Também não se intimide em produzir quantidades menores, se achar que para o teste é melhor. Só não deixe de anotar corretamente as medidas utilizadas, para poder replicar em escalas maiores, quando der certo!

Veja também: Qual o melhor, barril ou post mix?

 

5)     Expectativa X Realidade: aprenda a lidar!

Pode ser que a sua primeira leva de cerveja feita com uma receita original, criada por você, acompanhada de pertinho, com todos os cuidados do mundo… não saia exatamente como o idealizado.

Sim, amigo, isso pode acontecer. E não quer dizer que você errou. Ao contrário: encare esse Expectativa X Realidade como a oportunidade de aprender, revisar o processo, acrescentar ou retirar itens da sua receita original.

É assim que se aprende e aqui se aplica a máxima “a prática leva à perfeição”. Ou você acha que todo mestre cervejeiro encontrou a receita perfeita em sua primeira produção? (Se houver alguma dúvida, a resposta é não!)

Veja também: Planilha de cálculo de ajuste da água

 

Amigo cervejeiro, chegou o seu momento de brilhar! É hora de produzir aquela leva especial, com a sua marca registrada! E, se quiser mais sobre o assunto, recomendamos o curso Elaboração de Receitas, da Universidade EZBrew. Não tenha medo de ousar – com responsabilidade e de maneira calculada – e se surpreenda com os sabores e aromas que você pode criar.

 

Um brinde à sua receita própria!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *